Dois mil e doze

Victoria

2012 foi um ano de decisões.Ano de coragem, de não postergar o que não mais fazia bem.

Foi mais um ano de despedidas, de mudança de casa, estado, país…

Termino o ano sabendo o que eu não quero, e, tentando me encontrar.

céu

IMG_2714san-telmo_buenos_aires

Desejo um 2013 cheio de amor pra mim e pra você.Que seus olhos sejam atendidos e seu coração também.

Sejamos mais felizes.

keep-calm-and-happy-2013-130

Anúncios

Inverno branquinho

A temperatura definitivamente baixou aqui em Vancouver.É que, pra quem não está acostumado com o inverno, como eu, ainda é um pouco estranho vivenciar todas as estações do ano.

A chuva continua caindo diariamente(só pra variar), mas, a diferença é que  dessa vez, tivemos até neve!

553601_10151329112624310_1110697472_n

E, enquanto o Sol não aparece, eu vou me deliciando com a leitura do “The End of Your Life Book Club”, um livro super legal que inclusive consta na lista dos mais vendidos do NYT.Vale a pena ler!

A melhor sobremesa de Vancouver

Eu sou uma pessoa doce. Não, eu não me enganei…sei que que não sou dócil, mas, meu paladar é totalmente voltado pras sobremesas.E, desde que cheguei aqui tenho tido duas buscas principais: encontrar o melhor café e a melhor sobremesa da cidade.Uma eu já consegui: a melhor sobremesa.Apresento a vocês o responsável:

oakwood-24O bistrô canadense fica na esquina de casa(2741 ,West 4th Avenue,Kitslano, Vancouver)e, é considerado um dos melhores restaurantes da cidade.A parte do seu menu ter várias delicinhas, e seu brunch de domingo ser super disputado, os preços são super camaradas( acredito que o valor máximo de um prato seja 20 dólares) e, pra completar eles ainda vêm com essa maravilha de Trio de Sobremesas.Não é uma, não são duas, são três sobremesas:

oakwood dessert

Agora, pense numa gordinha feliz?”Esse cara” sou eu ao degustar o Parfait de Framboesa ( Raspberry Parfait) , o ganache de chocolate e leite(Milk Chocolate Ganache ) e o mousse de morango e ruibarbo(Strawberry and Rhubarb Cobbler).Simplesmente imperdível.Quanto ao café, continuo buscando…Alguma sugestão?

Natal no Canadá

Há os que ainda acreditam em Papai Noel.Há os que celebram o nascimento do menino Jesus.Há os que aproveitam a data pra comprar mais que o usual.Há os que se reunem com a família.Há os que definitivamente, não gostam da data.

O Canadá, por ser um país formado por imigrantes, trata o Natal de uma forma diferenciada.Primeiro, ao invés de Feliz Natal, as pessoas costumam dizer Boas Festas, visto que, religiões como o judaísmo e islamismo não celebram o Natal, e, aqui , o respeito a individualidade é levado a sério. Segundo,  a celebração do Natal se dá no próprio dia 25, onde, pela manhã, as crianças abrem os presentes e, na hora do almoço, um super almoço com a família, com direito ao peru.A noite, normalmente visita-se a casa de algum amigo, e se fila a bóia por lá mesmo.

47664_10152371681265704_1956789494_n (2)

Mas, pelo que pude observar, mais importante que qualquer celebração religiosa, é a celebração do consumo.No dia 24, como eu estava sozinha, fui caminhar pelo centro da cidade, e me deparei com a maior parte das lojas abertas e cheias(o povo não tem família não?)

E no dia 26, é quando ocorre o famoso “Boxing Day”, uma das maiores liquidações do ano, onde o que se vê é um Saara pré Carnaval.Uma loucura!

7744596

E, pra não dizer que não tem nada parecido com o Brasil, a decoração Natalina aqui é de babar: casas, lojas, restaurantes, tudo fica iluminado.E, tem também as tradicionais luzes nos parques da cidade.Este ano, fui visitar o Stanley Park,e, estava lindo.

festival-of-lights-1024x682

Enfim, esse foi o Primeiro Natal no Primeiro Mundo,e, posso confessar: eu, que não gosto de Natal, fiquei com saudades da celebração, de ficar acordada até meia noite pra receber aquela calcinha da C&A, do show do Roberto Carlos na tv, deu até saudade das perguntas daquela tia chata, isso sem falar na rabanada.

Ômega 3.

Cozinhar tem se tornado um hábito pra mim.

Talvez porque agora tenho tempo, mas, a verdade é que o mundo da cozinha sempre me encantou.Acredito que, quem, como eu, realmente aprecia o ato de comer, saber cozinhar é essencial.

Adoro descobrir novos restaurantes e suas receitas, mas, ainda prefiro preparar minha própria refeição, sabendo exatamente quais ingredientes estou utilizando.

Dias desses o bofe andava com vontade de comer peixe, então preparei uma receita bem brasileira:peixe ao molho de camarão.A receita veio daqui, e ficou delicioso.

Image

Eu utilizei cod fish, os camarões são os tradicionais que agnt compra em qualquer peixaria já o tomate, substituí pelo tomate cereja.Hummm:)

Gordinha

A ditadura da magreza sempre esteve em alta, principalmente no mundo fashion, entretanto, hoje já é possível nos depararmos com modelos como a brasileira Flúvia Lacerda, com um certo destaque nas passarelas.

Image

Já na blogosfera, a situação é um pouco diferente.Dos milhares de look do dia que encontramos por aí, é dificil encontramos algo de qualidade vindo de uma mulher “fora dos padrões”.No Brasil, não conheço nenhum, já dos gringos, conheci essa semana, o blog da Nadia( www.nadiaaboulhosn.com).

Image

A Nadia não pode ser considerada plus size, mas, está fora dos padrões vendidos hoje em dia.Pra mim, o mais importante é ver o como ela se aceita e o quanto essa aceitação se transforma em um visual sexy e chique ao mesmo tempo.Ao olhar seus looks, a primeira coisa que penso não é,”nossa que gordinha bonita”, mas sim, que visual bacana.

nadia summr

Serve de inspiração pra mim, pra você, pra nós, que não nos encaixamos nesse tão difícil e idealizado corpo, mas que, sim, estamos satisfeitas em  ser como somos.

Muito amor

Semana passada, eu e o bofe fomos a Hallifax, uma cidadezinha de cerca de 300 mil habitantes na costa Leste.O vôo foi longo e cansativo, ainda mais porque só passamos dois dias por lá, mas não é que a cidade é uma graça?

Image

Esse é o farol Peggys Cove, cartão postal da cidade.

Enfrentei minha primeira temperatura negativa, estava -4graus!Brrrrrrrrrrrr,que frio, só de lembrar!

Voltamos pra Vancouver, e, os 5 graus daqui pareciam até os 40 do meu amado Rio de Janeiro.Tudo é uma questão de referência, não é mesmo?

Aproveitamos que é Natal, e fomos conferir o Christmas Market, no centro de Van.É quase uma feirinha de Natal, organizada pela comunidade alemã, onde você pode comprar lembrancinhas de última hora, comer uma salsicha, tomar uma cidra, ou se divertir no Carrossel.

IMG_4199

Pra completar essa canequinha que veio com um vinho alemão, e eu trouxe pra casa de lembrança.

 

IMG_4207

 

É ou não muito amor?

Bloody Mary

Eu gosto de drinks.Adoro experimentar coisas novas, que, nem sempre dão certo, é claro.

E a graça é justamente essa: exercer a criatividade até achar o ponto ideal.

Desde que cheguei aqui no Canadá, o Bloody Mary é um dos drinks mais populares entre os amigos.Particularmente, suco de tomate não é muito minha praia, mas não é que a combinação com vodka dá um bom resultado?

Vamos lá a receita:

  • 2 colheres (chá) de suco de limão
  • 2 colheres (café) de molho inglês
  • 500 ml de suco de tomates
  • 8 gotas de tabasco (molho de pimenta)
  • Pimenta-do-reino (a gosto)
  • 2 doses de vodca
  • Cubos de gelo
  • Sal a gosto

Daí é só misturar tudo num copo, acrescentar por último o suco de tomate e o gelo,e, na hora de servir, acrescentar um talo de salsão.

Fica delicioso!

Image

Yumi O/

Muito amor

Hoje é aniversário de uma das pessoas que mais amo no mundo: meu irmão.

Pra celebrar nada como esses cupcakes maravilhosos feitos pela minha amiga, Lorena, que aceita encomendas pra todo Rio de Janeiro.

cupcake

Meus studded boots da Zara, são ou não a coisa mais linda do mundo?Tô apaixonada e custaram só 120 Obamas.

IMG_4147

Pra finalizar com muito amor, uma imagem da minha praia, fria, mas, a que tenho pra hoje: Kitslano Beach.

Vista do Downtown através do False Creek

De vez em quando, como nessa sexta feira, o Sol resolve dar o ar da sua graça nesse Outono friorento.Aí, nada melhor que aproveitar e ler um bom livro admirando essa bela paisagem.

Boa semana pra nós.